Artigo

Bruno Gaultier

Diretor de Novos Negócios Internacional para Biometria & Identidade
A Thales é um antigo fornecedor de sistemas de gestão de identidade, sistemas biométricos e documentos seguros.
Data: 16/07/2014
 

A Thales é um antigo fornecedor de sistemas de gestão de identidade, sistemas biométricos e documentos seguros para as autoridades francesas, com mais de 30 anos de experiência no apoio aos programas governamentais de implantação de sistemas de gestão de identidade segura. Na década de 1980 a Thales desenvolveu e forneceu os primeiros sistemas de aquisição de dados de identidade e produção de documentos para cédulas de identidade nacionais francesas e permissões de residência para pessoas de nacionalidade estrangeira. Com base nessa experiência, a Thales ganhou um contrato em 2006 para instalar o sistema de personalização gráfica e eletrônica para os novos e-passaportes franceses.

Em 2009, a Thales projetou e desenvolveu o sistema nacional de biometria AGDREF II para a gestão do status de residência para pessoas de nacionalidade estrangeira e prorrogou seu contrato inicial com o AGDREF 1 Bio em 2012.

Em 2010, a empresa foi encarregada de estender a implantação de sistema de solicitações de vistos BioNET Schengen. No inicio de 2013, a Thales foi escolhida para o sistema francês de aquisição segura de dados biométricos para e-documentos, incluindo e-passaportes e a futura cédula de identidade eletrônica nacional.

Parceira de confiança do Quênia

Em 1995, a Thales forneceu um sistema completo de produção de documentos para cédulas de identidade nacionais, permissões de residência para pessoas de nacionalidade estrangeira e cartões de refugiados. O sistema, entregue ao Gabinete Nacional de Registros (NRB), tem a capacidade de produzir até 10 milhões de cartões e cédulas por ano. O projeto marcou o inicio de uma longa parceria com a Thales, que forneceu atualizações e aperfeiçoamentos para o sistema em bases regulares.

Em 2004, a Thales entregou um novo sistema de gestão de identidade biométrica para substituir o sistema manual em uso. O Sistema de Identificação Automatizada de Impressões Digitais (AFIS, na abreviatura inglesa) foi integrado com os sistemas de gestão de produção segura existentes. O sistema permite emitir documentos de identidade seguros e identificar os portadores com base em suas impressões digitais. Foi produzido um total de 15 milhões de cartões até agora, com o novo sistema de identidade biométrica desenvolvido pela Thales. Em 2011, o Ministério da Imigração do Quênia contratou a Thales para atualizar o sistema de produção de cédulas de identidade em Nairóbi. As novas cédulas de identidade incluem uma foto colorida com um substrato composto, com uma vida de mais de 10 anos. Também foram produzidos 4 milhões de cédulas nacionais de identidade com esse substrato, até agora.

Sistema completo de emissão na República dos Camarões por 20 anos

Em 1994, a Thales ganhou um contrato inicial do governo da República dos Camarões (Délégation Générale de la Sûreté Nationale – DGSN) para instalar uma solução completa, que incorpora matrícula, produção, autenticação e emissão de cédulas de identidade nacionais e permissões de residência. Em 2005, a Thales foi escolhida para fornecer um sistema de reconhecimento biométrico com base a AFIS, uma base de dados que contém as impressões digitais de mais de 8 milhões de pessoas.

Em 2008, a Thales celebrou um novo contrato para atualizar o sistema nacional de cédulas de identidade. O documento de identidade de nova geração inclui uma foto colorida do portador, bem como outras características de segurança.

CLSW 105 - bl. A - salas 104 a 106 / Sudoeste - Brasília-DF - 70670-431 - (61) 3234.6282