Artigo

Marcia Romero Moratona

Consultora da Boa Vista SCPC
Muito tem se falado a respeito de segurança das informações pessoais e prevenção a fraudes de identidade ideológica, mas o fato é que ainda nos dias de hoje, temos muitos problemas em relação a estes assuntos.
Data: 01/01/2016

Biometria como aliada à Identificação Digital

Muito tem se falado a respeito de segurança das informações pessoais e prevenção a fraudes de identidade ideológica, mas o fato é que ainda nos dias de hoje, temos muitos problemas em relação a estes assuntos.

Os golpes evoluem a cada dia e as soluções à prevenção a fraudes bem como a segurança das informações devem estar sempre atentas para adiantar-se aos fraudadores.

Vários segmentos, tais como os bancos e varejo, cada vez mais incluem mecanismos diversos de segurança para inibir estes tipos de fraudes.
Uma tecnologia que tem se mostrado cada vez mais eficiente no combate à fraude, utilizando modernos recursos de segurança de informações, é a Biometria.

A biometria tem se tornado cada vez mais relevante como aliada aos recursos de identificação digital, tanto que passará a ser parte do processo de validação presencial para emissão dos certificados ICP-Brasil a partir de 2016.

Mas o que vem a ser Biometria?

Biometria [bio (vida) + metria (medida)] é o estudo estatístico das características físicas ou comportamentais dos seres vivos. Também associado à medida de características fisiológicas e comportamentais das pessoas como forma de identificá-las unicamente.
Reconhece a pessoa, baseado em "quem" a pessoa é, não importando "o que a pessoa transporta" ou "o que a pessoa conhece". Seu corpo é sua senha.
Baseia-se numa inalterável característica humana que não pode ser perdida, esquecida, roubada ou duplicada.
A biometria permite um eficiente mecanismo de segurança e conveniência, facilitando diversas aplicações do mercado, tais como: transações bancárias, autoatendimento nos caixas eletrônicos, emissões de documentos, abertura de contas, crédito financeiro, identificação em condomínios, celulares, planos de saúde, universidades entre outras.

Quais os tipos de Biometria existentes?

Hoje podemos dividir as Biometrias em duas classes principais:

Fisiológicas que estão relacionadas com a forma do corpo. São exemplos desta biometria a impressão digital, reconhecimento facial, geometria da mão e palma e de reconhecimento da íris.
Comportamentais que estão relacionados ao comportamento de uma pessoa. Característica implementada usando a biometria com a verificação de assinatura, dinâmica de digitação, e voz.

 

 
Quais Biometrias são mais confiáveis?

Veias: fiabilidade média, difícil de fraudar, alto custo.

Impressão digital: Sistema que capta a imagem da impressão digital com um leitor biométrico óptico e compara com um banco de dados de imagens com as digitais gravadas. Método rápido, de alta confiabilidade e baixo custo.

Reconhecimento da face: menor fiabilidade, rápido e de baixo custo.

Identificação pela íris: muito fiável, imutável com o passar dos anos, alto custo.

Reconhecimento pela retina: fiável, imutável, leitura difícil e incômoda na medida em que exige que a pessoa olhe fixamente para um ponto de luz, alto custo

Reconhecimento de voz: menos fiável, problemas com ruídos no ambiente, problemas por mudança na voz do utilizador devido a gripes ou stress, demora no processo de cadastramento e leitura, baixo custo

Geometria da mão: menos fiável, problemas com anéis, o utilizador precisa de encaixar a mão na posição correta, médio custo.

Reconhecimento da assinatura: muito fiável, algumas assinaturas mudam com o passar do tempo, porém características como pressão, movimentos aéreos, entre outras são únicas de cada indivíduo, tornando extremamente difícil sua falsificação. Método prático e ágil, acessível a todos os públicos, médio custo.

Reconhecimento da digitação: pouco fiável, demora no cadastramento e leitura, baixo custo.

Tecnologias futuras: odores e salinidade do corpo humano, padrões das veias por imagens térmicas do rosto ou punho, análise de DNA, modo de andar, entre outras.

A Biometria garante 100% de confiabilidade?

Não. Hoje a biometria representa um dos métodos mais confiáveis em relação à segurança na identificação, porém, nenhuma tecnologia é 100% confiável.
Diferentes tipos de biometria apresen-tam diferentes níveis de confiabilidade, por esse motivo o foco da ICP-Brasil em trabalhar com pelo menos dois tipos diferentes e seguindo padrões mundiais.
 

CLSW 105 - bl. A - salas 104 a 106 / Sudoeste - Brasília-DF - 70670-431 - (61) 3234.6282