Artigo

Maria Teresa Aarão

Diretora de Inovação em Produtos e Mercados da Certisign.
Eficiência operacional e redução de custos. Como conquistá-los? O uso do Certificado Digital tem sido a resposta para empresas de diversos segmentos e, agora, também passou a ser pauta das instituições de ensino.
Data: 24/07/2017
  
 
O uso da assinatura digital nos
processos do setor educacional
 

 

Eficiência operacional e redução de custos. Como conquistá-los? O uso do Certificado Digital tem sido a resposta para empresas de diversos segmentos e, agora, também passou a ser pauta das instituições de ensino. E qual é o motivo?

Não é novidade que as secretarias acadêmicas lidam com milhares de procedimentos que incluem a assinatura de documentos em papel, como diplomas, certificados, histórico escolar, entre outros. Com o Certificado Digital os processos desses exemplos podem ser migrados para o meio eletrônico, concedendo aos signatários comodidade e à área administrativa uma gestão paperless.

Isso é possível porque a cada uso do Certificado é gerada uma assinatura digital que tem o mesmo valor jurídico da manuscrita, garantido pela legislação brasileira. Ou seja: o papel é substituído pelo arquivo eletrônico e a caneta pelo Certificado Digital com total segurança e respaldo da lei.  

Vamos aos ganhos. O primeiro é a eficiência operacional, porque processos realizados no meio eletrônico são mais rápidos. Para se ter uma ideia, lotes com centenas de diplomas podem ser assinados com apenas um clique, e do mesmo modo que as assinaturas são geradas, os envios são realizados. Não é preciso que a instituição de ensino se preocupe com a presença física do reitor para assinar, já que ele pode fazer isso em qualquer lugar e a qualquer hora, basta estar com acesso à internet e em posse do Certificado Digital, que, inclusive, pode ser armazenado no celular ou tablet, por meio da versão mobileID. Se preocupar com a retirada do diploma por parte do aluno também não é preciso, porque ele recebe o documento por e-mail.  

Sobre a redução de custos, para calculá-la é só pensar em todas as etapas que são eliminadas ao migrar o processo de assinatura para o meio eletrônico. Não há uso de papel, logo necessidade de impressão; espaço para o armazenamento de documentos; mão de obra para organizar acervos e receber os alunos pessoalmente na instituição de ensino; entre outros.  

Diante de tantos benefícios fica uma questão: é complicado inserir a Certificação Digital no dia a dia das instituições de ensino? A resposta é não. Há dois meios de integrar a tecnologia na rotina administrativa do setor de educação: por meio do uso de um portal de assinaturas, que pode ser customizado de acordo com as regras da instituição, ou integrando a tecnologia em sistemas novos ou já utilizados pela secretaria acadêmica. Em ambos os casos, não é preciso realizar mudanças na infraestrutura tecnológica.  
 

 

CLSW 105 - bl. A - salas 104 a 106 / Sudoeste - Brasília-DF - 70670-431 - (61) 3234.6282