Connected Smart Cities: Confira a cobertura completa do Encontro Regional Centro-Oeste

Connected Smart Cities: Confira a cobertura completa do Encontro Regional Centro-Oeste

O evento teve como principal objetivo debater soluções para o desenvolvimento de cidades inteligentes pautadas em informações e necessidades da Região Centro-Oeste, com foco em Brasília
Data da publicação: 25/04/2018
O Encontro Regional Centro-Oeste Connected Smart Cities, realizado no dia 19 de abril, na Confederação Nacional do Transporte (CNT), em Brasília, contou com a parceria da Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos) e com o apoio do Governo de Brasília.
 
O evento, que teve como principal objetivo debater soluções para o desenvolvimento de cidades inteligentes pautadas em informações e necessidades da Região Centro-Oeste, com foco em Brasília, reuniu cerca de 150 participantes, 14 palestrantes, 18 reuniões nas Rodadas de Negócios, além de mais de 30 publicações na mídia.
 
Os indicadores de Brasília de outras capitais da Região Centro-Oeste, como Cuiabá, Campo Grande e Goiânia, foram destacados no evento, por meio da apresentação do Ranking Connected Smart Cities, que foi realizada por Thomaz Assumpção, Presidente da Urban Systems e Sócio Connected Smart Cities. A capital federal está na primeira colocação nos indicadores Mobilidade e Acessibilidade, Saúde, Governança e Economia, no Ranking Regional (Centro-Oeste).  Já no Ranking Geral CSC Brasília é a 7ª e 2ª em Mobilidade e Acessibilidade.
 
Para Marcelo Borges Chubaci, Secretário da Secretaria de Estado de Economia, Desenvolvimento, Inovação, Ciência e Tecnologia do Governo de Brasília (SEDICT), as ações voltadas para smart cities precisam ser horizontais, integradas e com foco na transformação dos serviços públicos, tendo como objetivo oferecer à população atendimento rápido e desburocratizado. “Brasília conta, por exemplo, com o Árvore Digital, programa implantado por meio de parceria com uma empresa privada e sem custo para o Estado, que oferece aos cidadãos acesso gratuito a internet em pontos estratégicos da cidade, sendo que até o final de 2018 teremos 50 pontos do serviço em diferentes regiões da capital. Também destaco a Campus Party 2018 que será sobre cidades inteligentes e a inauguração em breve do Parque  Tecnológico de Brasília”, complementa.
 
O Presidente da ANPTrilhos, Joubert Flores, um dos palestrantes do Painel: Importância do Desenvolvimento das Cidades Inteligentes, abordou O papel da mobilidade no desenvolvimento de Smart Cities e, entre os pontos comentados, destacou a importância da integração nos transportes. “Para atender as demandas de deslocamento é necessário pensar na mobilidade integrada, de forma física e tarifária. O transporte não pode ser pensado de forma isolada e é necessário que os governantes adotem medidas visando o benefício social de longo prazo e compete a nós levarmos essa informação para esses governantes de maneira que eles tenham a possibilidade de tomar uma decisão mais embasada”, enfatiza.
 
De acordo com Venícius Frees, Presidente da Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o desafio sobre cidades inteligentes no Brasil está relacionado ao conhecimento do que é necessário para a criação de smart cities, além do entendimento sobre as tecnologias e soluções que atendam as demandas dos municípios, pois só assim os prefeitos poderão absorver as melhores práticas. “É necessário o entendimento sobre a oferta qualificada de soluções para o mercado e, assim, aplicar essas medidas para atender e resolver os problemas do município, sempre priorizando a eficiência da gestão pública e o atendimento à população. A ABDI tem um projeto com o INMETRO de um ambiente de demonstração de tecnologias para cidades inteligentes, onde os governos municipais poderão conhecer as ofertas tecnológicas qualificadas”, cita Frees.
 
Para Paula Faria, Diretora Executiva da Sator, empresa organizadora do evento, o Encontro Regional Centro-Oeste Connected Smart Cities teve como objetivo desenhar um panorama de desenvolvimento de cidades inteligentes na Região Centro-Oeste. “Sem dúvida, o evento cumpriu o seu papel de debater soluções para o desenvolvimento das cidades com base em informações e necessidades regionais, contando com a participação de especialistas de diferentes segmentos, tais como governo, empresas e entidades, que apresentaram soluções com foco em cidades inteligentes e conectadas”, conclui.
 
Os Encontros Regionais Connected Smart Cities Cities são realizados paralelamente ao evento principal, que este ano acontece nos dias 4 e 5 de setembro, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo/SP. 
 
O próximo evento será o Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities – Cidade Anfitriã Belo Horizonte/MG, no dia 06 de junho de 2018, que será realizado no Auditório da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, na Av. Afonso Pena, 1.212.
 
Para acessar as fotos do evento, CLIQUE AQUI!
 
Confira as apresentações: 
 
Américo Tristão Bernardes– Diretor, Departamento de Inclusão Digital da Secretaria de Telecomunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

Carlos Venícius Frees– Especialista na Coordenação de Difusão Tecnológica, ABDI – Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial.
 
Rafael Colnago– Senior Manager | Strategy, EY.
 
Maira Regina Malhadas- Caixa Econômica Federal
 
Marcelo Chubaci- Secretário de Economia, Desenvolvimento,Inovação, Ciência e Tecnologia, SEDIC – Secretaria de Estado de Economia, Desenvolvimento, Inovação, Ciência e Tecnologia
 

 

Fonte: Sator - Connected Smart Cities
CLSW 105 - bl. A - salas 104 a 106 / Sudoeste - Brasília-DF - 70670-431 - (61) 3234.6282